Quarta-feira, 21 de Junho de 2017

Where’s the light I used to know?

I won’t keep watching you
Dance around in your smoke
And flicker out
You’re not the light I used to know
I don’t believe in safety nets
Strung below that make it alright
To let go
You gotta hold on

 

música: Slip - Elliot Moss

publicado por blue258 às 23:43
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Junho de 2017

Maio

Costumo dizer que não somos nós que escolhemos os livros que lemos; são eles que nos escolhem a nós. Agora dou por mim a pensar que também escolhem a altura em que os lemos. Comprei este livro (já não sei bem quando) e tinha-o ali, à espera. Maio foi o mês (cada vez mais acredito que tudo tem uma altura e um lugar).

Sempre que leio a crítica de um livro, sei que pode ser "interessante", "profundo" e até "tocante" porque são os adjectivos mais utilizados e comuns na nossa língua. São o que são e desempenham a sua função e repetem-se em inúmeras críticas aos mais diversos livros. Esta foi a primeira vez em que li algo verdadeiramente profundo. Este é o livro.

 

500x.jpg

 


publicado por blue258 às 21:55
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Abril de 2017

And I'll do it a thousand times again

You're broken down and tired Of living life on a merry-go-round And you can't find the fighter But I see it in you so we gonna walk it out And move mountains We gonna walk it out And move mountains

And I'll rise up I'll rise like the day I'll rise up I'll rise unafraid I'll rise up And I'll do it a thousand times again
And I'll rise up High like the waves I'll rise up In spite of the ache I'll rise up And I'll do it a thousand times again

música: Rise Up - Andra Day

publicado por blue258 às 14:29
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito (1)
|
Domingo, 23 de Abril de 2017

Abril

845 páginas de puro deleite entre a escuridão e a luz.

image.jpg

Estava eu quase na recta final deste livro (na luta entre o querer saber o destino das personagens e o protelar o final do livro), quando dei pela minha inocência a perguntar se caso se pedisse com muito jeitinho ao autor ele acederia a escrever mais uns quantos livros desta saga. Carlos Ruiz Zafón, encanta-nos, prende-nos ao seu imaginário e faz-nos apaixonar pelas suas personagens. Se até aqui eu já era fã dos Sempere, de Fermín e de David Martín, então agora com Alicia e Vargas (dupla que tanto me fez lembrar Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist de Stieg Larsson), só me resta mesmo ler as restantes obras do autor.

 

 


publicado por blue258 às 21:07
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|

...

«Às nove em ponto, as ruas do centro de Barcelona estavam enfeitadas para o grande dia dos livros na esperança de que as turvas profecias não assustassem os apaixonados, os leitores e todos os distraídos que, desde 1930, todos os anos se reuniam sem falhar no dia 23 de Abril para celebrar aquela que era, na opinião de Fermín, a melhor festa do universo conhecido.»

                                  Carlos Ruiz Zafón, O Labirinto dos Espíritos


publicado por blue258 às 21:02
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|

Diz que é dia mundial do livro

E assim passou a tarde. 

 

20170423_162203.jpg

20170423_175038.jpg

20170423_175156.jpg

 Legenda da última foto: Oh, deixa de ler um bocadinho e atira o pau mais uma vez


publicado por blue258 às 18:45
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Abril de 2017

Só porque sim

Vinha eu aqui escrever que em Março não li absolutamente livro algum, fosse ele de que género fosse; mais uma data de coisas com e sem sentido para os demais mortais quando começa a tocar esta música:

 

E os teus dedos como que perdem a determinação que traziam. Afinal, não era assim tão importante o que tinhas para dizer. Fica para outro dia. Só porque sim.

música: Oh Wonder - White Blood

publicado por blue258 às 22:12
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Abril de 2017

Para ti, enquanto não dou à costa.

I watch the water rising The waves that washed away my crown I lit or managed the fire And felt it burn the whole way down

The lights were out on housestep, and empty streets portrayed the sound Of leaves and stones held singing, the head we held still holds us down

But all the smoke still breathing From ashes from beneath our feet Our hopes still long forgotten, and grass still grows where once lay streets

The house that keeps our secrets, the fall before our humble steps These walls like arms embrace us, the door we smash to get back in

We will run back home Cause we're still running back home The noctuous heart beats loudest, the old and steady and content Our painful clocks unwinding, we came we saw we left.

We will run back home Cause we're still running back home And we will run back home Cause we're still running back home

 

Porque é isto mesmo. Rumo a casa. Num caminho que é só meu. 

 

 

música: Jens Kuross - We Will Run
tags: ,

publicado por blue258 às 21:52
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

Fevereiro

20170228_002145.jpg

 


publicado por blue258 às 23:56
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2017

Janeiro

image (3).jpg

image (2).jpg

 E cada vez mais encantada com este autor. Segue-se O Labirinto dos Espíritos para completar a tetralogia iniciada com A Sombra do Vento.


publicado por blue258 às 23:32
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Domingo, 15 de Janeiro de 2017

Scars

Que surpresa ouvir esta música e descobrir que é  Michael Malarkey (o Enzo de The Vampire Diaries) quem canta e encanta. Para os fã de TVD e para quem gosta de música em geral.


publicado por blue258 às 16:58
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito (1)
|

...

— Que espécie de lugar é este? - perguntou.

Peguei-lhe pela mão e conduzi-a devagar o resto do trajecto até chegarmos à grande sala onde se localizava a entrada.

— Bem-vinda ao Cemitério dos Livros Esquecidos, Isabella.

Ela ergueu os olhos para a cúpula de vidro lá no alto e perdeu-se naquela visão impossível de feixes de luz branca crivando uma Babel de túneis, passadiços e pontes que mergulhavam nas entranhas daquela catedral feita de livros.

— Este lugar é um mistério. Um santuário. Cada livro, cada volume que vês, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram e viveram e sonharam com ele.

Cada vez que um livro muda de mãos, cada vez que alguém desliza o olhar sobre as suas páginas, o seu espírito cresce e torna-se mais forte. Neste lugar, os livros de quem já ninguém se lembra, os livros que se perderam no tempo, vivem para sempre, esperando chegar às mãos de um novo leitos, um novo espírito...

 

Carlos Ruiz Zafón, O Jogo do Anjo


publicado por blue258 às 02:40
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2017

I am the storm

Quando, pouco depois de começar o teu dia, que hoje começa muito mais tarde do que o habitual (e te sentes rota), ouves, percebes que te prendeu a atenção e voltas a ouvir a mesma música. Deixaste que tomasse conta de ti aos poucos: sentes cada palavra a penetrar corpo e mente a conta-gotas. Colocas em repeat e sabes: "I am the storm".


publicado por blue258 às 13:40
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (2) | favorito (1)
|
Sábado, 7 de Janeiro de 2017

Quando te dizem,

meta-se na cama e cure essa constipação.

 

20170107_221507.jpg

 

E tu fazes por isso: chá de limão com mel e Carlos Ruiz Zafón.

 

 

 


publicado por blue258 às 22:54
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Janeiro de 2017

Quando te lembras

Da razão pela qual em Fevereiro e Março do ano passado pouco leste:

 

Download-New-Portal-2-Patch-via-Steam-2.jpg

 

Um dos melhores jogos que tive o prazer de completar em 2016.

 

video-games-portal-portal-2-valve-corporation-valv

 

 

 

 

 


publicado por blue258 às 14:24
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul

.azuis recentes

. Where’s the light I used ...

. Maio

. And I'll do it a thousan...

. Abril

. ...

. Diz que é dia mundial do ...

. Só porque sim

. Para ti, enquanto não dou...

. Fevereiro

. Janeiro

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. um abraço. o meu lugar.

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. 30 coisas sobre ti (que n...

. há quem diga.

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds