Terça-feira, 8 de Dezembro de 2015

E hoje...

Desejo que acordes devagarinho - aquele devagarinho delicioso em que o corpo desperta aos poucos - coberto com aquela preguiça que teima em se arrastar em cada músculo. Levantas-te embalado pelo som disperso pela casa e persegues o aroma do café acabado de fazer. Como um rio que corre para o mar, desaguas na cozinha, onde te espera um pequeno-almoço especial. Porque não? Porque não precisava, dizes tu. Porque sim, diz a miúda.

Desejo que acordes devagarinho ao som desta música.  E sim, hoje, all eyes on you. Olhos que sorriem num abraço.

 

 

 

 

Cold, dark sea
Your waves are rocking me
I close my eyes and fall asleep
All eyes on me
Your eyes on me

música: Sinking Man - Of Monsters and Men
tags:

publicado por blue258 às 00:56
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Sábado, 10 de Outubro de 2015

...

Something always brings me back to you.
It never takes too long
.

No matter what I say or do, I still feel you here 'till the moment I'm gone.

You hold me without touch.
You keep me without chains.
I never wanted anything so much than to drown in your love and not feel your reign.

música: Gravity - Sara Bareilles
tags: ,

publicado por blue258 às 13:52
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (3) | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Agosto de 2015

I don't know why, I don't know why

I've been sleepless at night Cause I don't know how I feel I've been waiting on you Just to say something real There's a light on the road And I think you know Morning has come and I have to go I don't know why, I don't know why We need to break so hard I don't know why we break so hard But if we're strong enough to let it in We're strong enough to let it go

 

 

tags:

publicado por blue258 às 22:37
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Terça-feira, 26 de Maio de 2015

Let it go

 É isto. Por hoje encerro o dia que já vai longo. Assim, com uma música daquelas que veio ter ao meu encontro. Já tinha saudades disso.

 

So come on let it go
Just let it be
Why don't you be you
And I'll be me

Everything that's broke
Leave it to the breeze
Why don't you be you
And I'll be me

And I'll be me

música: Let it go - James Bay

publicado por blue258 às 02:00
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (2) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Março de 2015

...

 


publicado por blue258 às 14:24
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (2) | favorito
|
Terça-feira, 17 de Março de 2015

...

10157206_341809149346559_7103466581773461066_n.jpg

 


publicado por blue258 às 23:23
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|

Serendipity

serendipity.jpg

Breaking Hearts by James Vincent McMorrow on Grooveshark

 

Hoje de manhã cedo, ao ouvir o álbum com que me deitei ontem, descobri a música que procurava no outro dia (quarta música da playlist ali ao lado). " Too long", dizia eu. E é verdade. Contava eu num outro post que seria um duo - não tenho a certeza, mas provavelmente era eu a voz feminina a cantarolar o refrão no sonho.

 

See I've been, breaking hearts, for far too long
Loving you, for far too long,
Making plans now, for far too long
Yes I've been breaking hearts, for far too long
Loving you, for far too long,
It's time I leave, it's time I'm moving on.

 

De novo o coração a pregar partidas. O coração, sempre o coração. Há muito que não ouvíamos aqui falar do coração. E se isto não é pura ironia, karma, com serendipity à mistura, então eu não sei o que será.

 

When I need the shelter, I'll know just who to call
When I need the shelter, I'll be knocking on your door
But when it comes to dying, I'll do it on my own

 

 


publicado por blue258 às 12:48
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (5) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Março de 2015

Cartas a ti #3

 

If I Had a Boat by James Vincent McMorrow on Grooveshark

 

 

Escrevo-te estas linhas porque a vontade de te falar me impele a isso. Uma vontade terrível de te sussurar ao ouvido o refrão que sinto vontade de cantar a plenos pulmões.

 

I would sail to you
Hold you in my arms, ask you to be true
Once I had a dream, it died long before
Now I'm pointed north, hoping for the shore

 

Terrível porque oiço esta música em repeat e me apetece correr (vestir a pele de lobo e correr pela noite) só para te dizer estas mesmas palavras. Terrível porque a vontade é tanta que pensei em enviar-te a música, só porque sim. Terrível porque a vontade é tanta que parece que me rasga por dentro. Terrível porque a pele parece querer queimar, o coração parece querer saltar do peito só porque sim. A minha boca parece salivar e juro, eu juro que sinto o gosto do teu beijo. E lembrar o teu beijo faz-me salivar ainda mais e eu sorvo, sorvo o mel que me brota da boca procurando saciar esta vontade que se assume perante mim, que vem não sei de onde, mas que se insurge, que manda e comanda, e eu impotente, indefesa, rendida a uma vontade que não sei de onde veio, como chegou até mim e me assaltou desta forma... mordo os lábios, numa vontade que parece aumentar.

 

Volto a ouvir a música, o ritmo acalma, penso de novo em sussurar-te o refrão ao ouvido... mordiscar-te a orelha, lamber, beijar-te o pescoço, deslizar a língua até à tua boca e afundar-me nela, afundar-me em ti. E o ritmo da música acelera... a minha boca saliva de tal forma que eu sinto o teu beijo... como se tivesse sido hoje. Como? E eu...

 

 

E eu tenho de parar de ouvir esta música.

 

 


publicado por blue258 às 23:19
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Março de 2015

If I had a boat

 I would sail to you
Hold you in my arms, ask you to be true
Once I had a dream, it died long before
Now I'm pointed north, hoping for the shore

 

 


publicado por blue258 às 21:14
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (2) | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2014

Oh, let me wear your overcoat, my bones are super chill and all the ponies have gone home

Porque é Dezembro, e o frio já se instalou de mansinho, o frio, aquele friozinho tão bom, que chama a cada esquina das cidades iluminadas, que pede a lareira acesa, o agasalho de lã, o cachecol envolto no pescoço e as mãos nos bolsos. E é quando te vejo (imagino) na rua,  de sobretudo elegante, charme nos lábios e o mesmo brilho no olhar. E é quando me perguntas: és tu, és mesmo tu? E eu apenas te respondo: Não vês o brilho no meu olhar e o sorriso nos lábios?

 

Wonderful Unknown (feat. Greg Laswell) by Ingrid Michaelson on Grooveshark

 

Cinco minutos e um segundo de música é quanto dura este abraço. Para continuar, press replay or repeat :)

música: Wonderful Unknown - Ingrid Michaelson
tags: , ,

publicado por blue258 às 19:17
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (1) | favorito
|
Sábado, 8 de Novembro de 2014

...

Yesterday I thought of you. I just did.

tags:

publicado por blue258 às 13:41
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (1) | favorito
|
Sábado, 5 de Janeiro de 2013

Bom Ano

 

Natal. Ano Novo. Festas, excessos. Na passagem do ano acabei por compreender que já não sou pessoa de excessos. Só por vezes. E em pouca coisa. Quando a vida se mostra exuberante na forma de um riso, de um brinde, numa demonstração fortuita da essência de quem  somos.

Já não me agradam os sitios cheios de pessoas que se acotovelam por prazer, o barulho excessivo de música de má qualidade que me fere a alma. Sim, porque eu ainda sou alma, se bem que às vezes me perca no engarrafamento de pessoas do dia a dia.  Escolho a boa música em companhia do amor, da amizade, da alegria, naquela casa junto ao mar.

Sigo os passos que nos conduzem pela escuridão bem perto da praia tendo como banda sonora  o ensuredecedor som do mar que nesta noite, mais do que em qualquer outra noite, acompanha o fogo de artificio. 

 

Valorizo agora as poucas sms que recebo. Com o passar do tempo, o supérfluo deixa de nos encher a caixa de entrada, e é com um sorriso que recebemos quem nos saúda. Quem permanece. Quem resiste.

E quando se perdem contactos, e os caminhos se deixam de cruzar, como é bom aquele momento, aquele, assim, sem contar, envolvido apenas numa doce melodia,  em que nos lembramos de alguém. Porque podemos perder o contacto, mas não é por isso que deixamos de nos lembrar. E esta música é para relembrar. Com os votos de um Bom Ano.


 

This is my winter song to you.  The storm is coming soon, it rolls in from the seaMy voice; a beacon in the night. My words will be your light, to carry you to me. Is love alive?

 


publicado por blue258 às 16:39
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (2) | favorito
|
Quarta-feira, 2 de Março de 2011

...

Pouso o portátil, deixando-o ainda ligado (parece que adivinhava), enfio-me na cama e pego no livro. Serão os meus dedos que enlevam as folhas, ou serão elas que me embalam a mim? 

Começo a ler. Procuro concentrar-me na história, nas personagens, na escrita, mas depressa vagueio a pensar numa tarde quente de Domingo. Ambos deitados na erva, a tua cabeça no meu colo, um livro na minha mão. E eu a ler para ti. Deixas-me ler para ti?

Quero ler para ti, numa tarde quente de Domingo. Ambos deitados no chão e a tua cabeça no meu colo.

 

 

tags:

publicado por blue258 às 01:11
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (5) | favorito
|

...

 

 

I'll be there when you call
And whenever I fall at your feet
Do you let your tears rain down on me
Whenever I touch your slow turning pain

 

música: Fall at your feet - James Blunt
tags: ,

publicado por blue258 às 00:41
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011

Por aqui...

Ouve-se música no volume máximo. Procuro abafar o som da chuva que cai lá fora. (Mentira... procuro é calar a vontade de te falar.)

Por mim, a música podia estourar com o telhado e deixar a chuva ensopar-me o corpo.

 

 

tags:

publicado por blue258 às 22:15
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (4) | favorito
|

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul

.azuis recentes

. E hoje...

. ...

. I don't know why, I don't...

. Let it go

. ...

. ...

. Serendipity

. Cartas a ti #3

. If I had a boat

. Oh, let me wear your over...

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. este mundo que nos ensina...

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. um abraço. o meu lugar.

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. 30 coisas sobre ti (que n...

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds