Terça-feira, 26 de Novembro de 2013

Das manhãs

Hoje pensei em escrever sobre esta manhã. A minha manhã. Poucas horas de sono e mal dormidas, acordo com o alarme que não é o meu. Toca e toca e toca. Ninguém se levanta. "Olha o teu alarme", insulto eu. Silencia aquela metralhadora, e eu agradeço do fundo do meu coração ainda adormecido. Não sei quantos minutos volvidos, a metralhadora dispara de novo. Insulto já a meio-gás pois o coração já não se vê tão adormecido. "Olha as horas", em modo quase suplicante. E nada. Fecho os olhos querendo sonhar que como por magia já ele estará vestido, pequeno-almoço tomado, a caminho dos seus afazeres e eu com mais uma horita de sono reparador e fortalecedor e tudo e tudo e tudo. Mas nada. Toca o alarme mais uma vez e desta feita sou eu que prego o telemóvel na parede, empunho a metralhadora e aniquilo o dispositivo. Nos meus sonhos.

Resigno-me e levanto-me. "Olha as horas", atiro eu para o ar. "Queres que te faça o pequeno-almoço?" (pergunta estritamente retórica porque ja me encaminhava para o fazer). "Sim, por favor". E eu aqueço o leite, barro as torradas integrais de pacote com manteiga,  dou leite à gatinha, que nesta altura vem sempre pedir (e com todo o direito) o seu pequeno-almoço. Nesta altura eu sonho com uma enorme chávena de café e um cigarro (mau hábito ocaional). E silêncio (tenho mau acordar, pronto).

Lá o encaminho, fico eu e a gata, sabendo eu tão bem que as manhãs dela são de brincadeira - trepa para o colo, passa por cima da secretária, atira me os papéis ao chão, desce, volta a subir, não me deixa tomar o meu café descansada, desce novamente e assim continuamente até sentir vontade de colinho ou melhor ainda de sossego (o mesmo que eu queria há uma hora) que é quando se mete entre edredons e me deixa finalmente descansada para adiantar algum trabalho. 

Antes do trabalho há sempre um bocadinho para aquilo que gosto. Leio algumas notícias, actualizo um ou dois blogues. Um deles acompanho quase desde o início (deste blogue) e com a vontade que tenho de lhe fazer referência, acabo por decidir fazer um 2 em 1 neste post. É um blogue em que a dona nos abre as portas de sua casa e nos convida a entrar. Tem uma casa que reflecte a sua alma e espelha a sua felicidade.

E é uma felicidade linda (própria das pessoas lindas). Quem me percebe vai entender imediatamente o que quero dizer. As receitas que partilha são de babar, as fotos, uma delícia e ainda por cima nesta altura do ano volta a falar-nos de um sítio onde foi muito feliz e basta dizer-vos que está carregado de neve. O Natal a chegar, a promessa de neve, uma felicidade linda. É então que eu passo por aqui, leio este post e penso: esta é a manhã perfeita. Não a minha, claro, a sua.

E penso no marido e filhos que (ainda) não tenho, no namorado e na gata pequenina que tenho. E naquele pão acabado de fazer. Penso na sua manhã perfeita, e na minha, tão  imperfeita. E naquele pão acabado de fazer. Acabo por escrever um 3 em 1: a minha manhã, uma bela manhã que não a minha, e um destaque que já tardava. Quando termino de escrever e releio este post, decido que vou começar a fazer pão fresco para o pequeno-almoço. Tornar as minhas manhãs um pouco mais (im)perfeitas.

 

 

 

 


publicado por blue258 às 09:38
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011

Das palavras que nos cantam

Já lhe efectuei um roubo, e hoje, não resisto a perpetrar o segundo. Não sei se é o chegar ali e sentir-me presa, docemente emaranhada nas palavras, se é o sentimento em si, um sentimento que reconheço, que se adequa perfeitamente ao momento. A este preciso momento. Mais do que um roubo, um destaque, tão merecido, pela qualidade da escrita, pelo sentimento que desenha as palavras, pela pessoa que escreve. E começando a ler, não se consegue parar sem ler todas as palavras. Todas. Visitem, deixem que as palavras vos cantem aos ouvidos. Garanto-vos que assim o fazem. Aqui, no Não desistas de mim.

 

 

 

(Co)Existir

«O meu interior é tempestuoso e sombrio. Carrega um sentimento invisível e vazio. Sinto-me impotente para travar o seu desatino. Procuro na solução uma interrogação para resolver a sua questão. Começo pelo fim para impedir o início de acontecer. A minha mente confunde o meu coração e impede a sua evasão. Não é uma simples prisão, é por vezes uma ilusão. O reflexo engana na mesma proporção e assume a sua intromissão. Lentamente o dilema trava a sua batalha entre a razão e a emoção. Desalinhado observo sem reacção. A omissão é por demais evidente e a acção renitente. Perdido, continuo a persistir sem desistir. Ou somente a (co)existir.»

 

 

someone4u

 

 

 


publicado por blue258 às 00:01
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (3) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

Deliciosa sonoridade #4

A maravilha dos destaques dos blogs do Sapo, para além de me fazerem aumentar a lista ali ao lado, possibilitam o encontro com o bom gosto em todas as áreas. Hoje foi o caso da música, que tem sido uma constante nos últimos dias. Foi no Music -- Lounge que encontrei esta que continua a tocar em repeat.

 

 


publicado por blue258 às 22:38
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (6) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

Blogues em destaque

Uma das formas de aumentar a lista ali ao lado, é precisamente um passeio pelos blogues em destaque do Sapo. Por vezes, encontramos pessoas que pela sua escrita nos envolvem e cativam, e fazem desse blogue, um blogue a seguir.

O anónimo, é um exemplo disso mesmo. E este parágrafo, é um exemplo de como o sentimento das palavras de outrem, parece levantar o véu do nosso próprio coração.

 

 

 

Talvez mais tarde

 

 

Ao ouvir, ao telefone, a tua voz em tom de desalento, assim, inesperada, apeteceu-me ir buscar o carro e correr até ti, levar-te o ombro e o colo onde pudesses despojar o teu mal estar. Sei que te custa reconhecer cansaços, mesmo quando a dois, em remanso, tu que tão pouco gostas de mostrar vulnerabilidades, mesmo quando elas não são vulnerabilidades, apenas cansaços, essas fraquezas que todos temos, ainda que ostentemos o ar forte dos guerreiros. Não posso ir e tu não podes ter-me, agora, pelo menos. Talvez mais tarde. Talvez ainda a tempo de um afago que revigore, que te suavize o rosto e te faça soltar um sorriso - esse sorriso que me abre o coração.

 

Por J.M. Coutinho Ribeiro

 

 


publicado por blue258 às 02:12
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (12) | favorito
|
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

The blogs next door

 

Tal como comunicado anteriormente, tenho andado perdida pelos blogs da concorrência. Apreciem a listinha lá em baixo, à esquerda, como cresceu!

Tanta coisa boa... oh tanta coisa boa!

Portanto, não resisto a destacar alguns - e já há muito que não o faço. De salientar que é a minha opinião pessoal, o que provavelmente quer dizer que há quem não perceba o meu entusiasmo - mas o blog é meu, e eu sou eu, sou assim, e vejo as coisas à minha maneira.

 

E que eu tenho um gosto pela cultura nipónica, tenho. Sempre tive. Agora ainda mais com o vício da Manga e do Anime - prevê-se um post para breve.

 

Num dia daqueles, daqueles em que parece que o cosmos se alinhou para nos conduzir a coisas boas, e a nada mais do que coisas boas, encontrei este blog: Sakura. Bastou o nome para me chamar a atenção. 

Entrei, e confesso, demorei para sair. Adorei. Todo um conjunto de particularidades que me fez encantar, e agora, já não o largo.

 

O mundo é deveras estranho e complicado, e as nossas vidas emaranham-se com uma facilidade...  O meu estranho mundo - irreverente e tocante.

Adorei a música com que nos brinda logo à entrada - Unlike Me, de Kate Havnevik - já conhecia a cantora (banda sonora de Grey's Anatomy), mas esta música realmente lindíssima, disse-me tanto... e não tarda nada aparece por aqui.

Mais: uns textos que fazem corar  as minhas teorias de tão púdicas que são. 

Então este aqui, hilariante!

Sem dúvida um blog a acompanhar.

 

 

Por último, um blog em que uma palavra apenas basta para o definir: classy.  O amor é um lugar estranho. Nem preciso desenvolver - querem saber, vão lá ver.

Ah! E uma coisa tão gira e tão engraçada, que aqui encontrei e me fez rir tanto: generatus . Vão lá, digitem o vosso nome, nick, não interessa e... divirtam-se!

 

Não resisto a deixar aqui algumas:

 

Blue used to live in the real world but she got evicted.

Blue is going mad. We all go a little mad sometimes.

 

Blue is saying NO to negativity.

Blue knows that the truth is out there - but she's stuck here

Blue agrees that money talks: her always says "Good-bye"

 

Blue is an idealist - she doesn't know where she's going, but she's on her way.

Blue intends to go to Heaven for the climate and to Hell for the company.

 

Blue is perfectly sane. The voices in her head said so.

Blue will not eat oysters - she wants her food dead. Not sick. Not wounded. Dead.

Blue is now realising that that the Earth was made round so that we would not see too far down the road.

 

 

 

 

P.S. Pode ser que arrange por lá casa... assim tipo para umas escapadinhas ;)

       


publicado por blue258 às 22:42
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (7) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Junho de 2009

Quando for "grande", quero ser assim

Qualidade. Qualidade. Qualidade. 

 

(Nem tenho mais nada a dizer. Só que aquele boicote à sopa dos blogs, é para desenvolver - para alargá-lo - à equipa do Sapo em geral. Não se aguenta. Mais um para a minha lista de favoritos. Raios e coriscos!)

 

 

Vejam. Leiam. Desfrutem. Voltem a ler. Saboreiem.

 

Sem pénis nem inveja

 

 

P.S. A única coisa que me vem ao pensamento, são umas trufas excepcionais, compradas numa daquelas chocolateries de Bruxelas - cá não se encontra disso. Mas qualidade a esse nível - sim! E se me ocorrem essas trufas quando penso neste blog... Experimentem e saboreiem. 

tags:

publicado por blue258 às 15:01
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Junho de 2009

Destaque Twilight

Quando se tem de dar a mão à palmatória, dá-se e mais nada. É o meu caso. Lembram-se de ter referido aqui aquelas  teenagers malucas que criam blogs a torto e a direito sobre o filme/actores/e tudo o mais que se lhe relaciona? Pois bem, hoje, é um desses blogs que destaco.

 

Muito bem feito, apresentação impecável, e uma dedicação imponderável por parte das autoras  - Twilight Portugal - merece o meu destaque ( e o que ele vale). Ontem, e com os MTV Movie Awards na ideia, acabei por ir lá ter - pasmei. Sim, pasmei. A actualização do blog era feita praticamente em paralelo com o directo - não era feita ao minuto, nem ao segundo, mas ao nanossegundo - deveras impressionante.

Para além do mais aquela chat box escaldava - ainda eu não tinha visto, já comentavam - já para não falar da disponibilidade em facilitar os links para o visionamento da cerimónia em directo. Às 3h30 - sim, 3 e meia da madrugada - estavam nada mais, nada menos do que 135 online.

Mais: ajudaram a suportar os intervalos - sem elas, tal não teria sido possível. Quando finalmente apresentaram o trailer de New Moon, a rapidez com que comentavam as cenas comuns ao livro, bem como as alterações feitas no filme. Extraordinário. 

 

E ainda dizem que os miúdos, hoje em dia não querem saber da leitura. A escrita de Stephenie Meyer pode não ser comparável à de Pessoa, Saramago, Hemingway ou Steinbeck - mas brilha pela avidez com que os seus fãs devoram os livros.

 

Meninas (e já sabem, digo isto de forma enternecedora), continuem o bom trabalho.

A todos os interessados na red carpet, nos figurinos, na cerimónia, nos prémios, no inusitado que aconteceu a Eminem, no trailer de New Moon, já sabem, passem .

 

 

P.S. E com este, são já 8 posts na onda do Twilight. But who's counting? E posso dizer-vos desde já, mais virão.


publicado por blue258 às 21:05
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

Favoritos

Ok - parem lá com isso se faz favor. A minha lista de favoritos já tem um kilómetro. Portanto que se acabe a sopa dos blogs. Todas as semanas adiciono 4 ou 5. Não pode ser. Não pode continuar. Fora os destaques, os amigos dos amigos dos amigos, e as minhas leituras que agora têm um novo apontador - descobrir o blog desse ou dessa que me despertou curiosidade - tenho uma lista de favoritos a roçar o infinito. Começo a pensar: porque é que me meti nisto?

 

Ainda por cima, hoje fiquei toda invejosa: VIANAnoCASTELO (e não Viana do Castelo como está no destaque) com um template giríssimo que me fez corar de vergonha porque ainda não me dei ao trabalho de fazer o meu! E Durex+Alt+Delete com cada teoria de meter as minhas no saco! Parabéns a vocês - é bem merecido o destaque - e só prova que há tanta coisa boa por aí. 

 

 

 


publicado por blue258 às 00:19
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Destaques

Ora, não é só a equipa do Sapo - bela equipa, diga-se de passagem - que tem direito a fazer destaques. Também eu me vou dar a esse direito.

Verdade seja dita, de cada vez que fazemos referência a um post ou blogue na nossa própria casa, ou então apresentamos o link para esse post ou blogue, já estamos efectivamente a destacá-lo.

Hoje lembrei-me de criar também eu essa categoria, e porque não? Já mencionei alguns blogues - lá está, dei-lhes destaque, e na minha verdade mereciam - e desta forma, e a partir de hoje começo esta categoria.

 

Quando comecei o meu blog, tinha o único intuito de escrever - falar o que me ia na alma. Algum tempo depois, deu-me a vontade de conhecer o que havia por aí, nesse mundo desconhecido da blogosfera.

 

Houve quem me conquistasse logo à partida, com uma estranha afinidade de sentimentos, e mais tarde, deparei-me com a percepção de que, para além da partilha de gostos e opiniões, também se conhecem coisas novas - vem daí, aprende-se. Ora isto é muito bom, mais do que bom, fenomenal - e ainda bem que assim o é. 

 

Deparei-me com este post sobre a pintura de  Emma Hach - não conhecia a artista (adorei conhecer), as fotos são incríveis (tentem escolher só uma preferida, a ver se conseguem) - é enriquecimento do conhecimento, nu e cru - e é bem merecido o destaque. Tudo isto a um click de distância no blog da Estrela que brilha.

 

 

 


publicado por blue258 às 22:05
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul

.azuis recentes

. Das manhãs

. Das palavras que nos cant...

. Deliciosa sonoridade #4

. Blogues em destaque

. The blogs next door

. Quando for "grande", quer...

. Destaque Twilight

. Favoritos

. Destaques

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. este mundo que nos ensina...

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. um abraço. o meu lugar.

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. 30 coisas sobre ti (que n...

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds