Sábado, 11 de Dezembro de 2010

Só para não dizerem que eu agora não partilho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

©Blue258


publicado por blue258 às 21:34
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (6) | favorito
|
Sábado, 25 de Setembro de 2010

E o blogue também se transforma

Porque é meu. Porque faz parte de mim. Porque me acompanha, registando aquilo que eu lhe dito que pode registar.  Porque exala perfume, descobre a paixão da pele, guarda o cheiro de uma memória. Porque marca o passar dos dias, desenha as estações do ano ao de leve e escreve o que me vai na alma.

 

 

«A gramática, definindo o uso, faz divisões legítimas e falsas. Divide, por exemplo, os verbos em transitivos e intransitivos; porém, homem de saber dizer tem muitas vezes que converter um verbo transitivo em intransitivo para fotografar o que sente, e não para, como o comum dos animais homens, o ver às escuras. Se quiser dizer que existo, direi "Sou". Se quiser dizer que existo como alma separada, direi "Sou eu". Mas se quiser dizer que existo como entidade que a si mesma se dirige e forma, que exerce junto de si mesma a função divina de se criar, como hei-de empregar o verbo "ser" senão convertendo-o subitamente em transitivo? E então, triunfalmente, antigramaticalmente supremo, direi "Sou-me".»

 

Fernando Pessoa

 


publicado por blue258 às 01:01
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (15) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Julho de 2010

Quem foi?

E quem é que foi ver e ouvir os Madame Godard, ontem? Quem? Eu!

 

 

©Blue258

 


publicado por blue258 às 20:32
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (16) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Julho de 2010

Quem?

Quem é que quer ir assistir aos Madame Godard, hoje, em Viana?


publicado por blue258 às 21:14
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Junho de 2010

Roam-se de inveja, vá, que eu deixo #10

 

21 de Junho -
o dia mais longo do ano - em fotografias.
©Blue 258

 

 

1ª foto: a mesma praia de sempre

2ª foto: Ponte Eiffel (ponte velha)

- vista do Yacht Club

3ª foto: Junto ao cais e ao lado do forte Santiago da Barra


publicado por blue258 às 00:19
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (10) | favorito
|
Sábado, 12 de Junho de 2010

Feira medieval

Viana do Castelo. De 10 a 13 de Junho. Aproveitem.

Eu adorei a envolvência quase mística da Praça da República.

O burburinho medieval das ruas. O colorido da animação.

A sangria de frutos do bosque. Os crepes de centeio.

Os fardos de palha (fetiches, não liguem).

 

 


publicado por blue258 às 14:40
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (9) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Roam-se de inveja, vá, que eu deixo #6

 


 

E a minha predilecta:

 

Perfeito, perfeito*...

 

 

*quase... quase...

 


publicado por blue258 às 14:17
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (21) | favorito
|
Domingo, 18 de Abril de 2010

Minha gente #5

 

 

 

Sexta-feira: mojito night.

Viana do Castelo: El recanto de Cuba.

Noite fenomenal. Fora de série. Mesmo.

Os mojitos, deliciosos, o ambiente, mais do que agradável, e a música ao vivo, algo de extraordinário. O requinte do violino, o encanto do trompete, o poder do trombone e o jazz do saxofone. A primeira música: Summertime. Adorei. Não poderia ter sido melhor*. Recomendo vivamente.

 

 

 

 

Posso dizer-vos, que aqui, a prova foi superada. Resisti a fumar facilmente. Entretanto, a D., lembra-se que é a noite da mulher no Buddha Bar, na Póvoa. E... lá fomos. Em 1º lugar, posso dizer-vos: cha-va-la-da. Era o que mais se via. Em 2º lugar, também vos posso contar: mantive-me fiel aos sabores de Cuba - rum e cola - cuba livre. Em 3º lugar, também vos digo: dancei. Como já não me lembrava de dançar. Até às 6 horas da manhã. Em 4º lugar, grande fail: fumei. Em 5º lugar, o que realmente importa: grande noite. Ou noite em grande.

 

*É claro que poderia...

 

 


publicado por blue258 às 22:05
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (8) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009

Cusquices

Entrei num blogue, daqueles que tem aquela caixinha que indica a localização dos visitantes - apreciei, e o que é que reparei: dizia Ponte de lima, Viana do Castelo. Hello? Como? Tudo bem que Ponte de Lima é perto, cerca de uns 30, 40 quilómetros - mas daí a identificar-me como sendo de lá, não pode estar mais longe da verdade.

 

Agora percebo, a boca que me mandaram uma altura a respeito de Ponte de Lima - e ainda dizem, os homens, claro, que não são cuscos - pois, claro, sim, sim. Mas o facto é que sou mesmo de Viana.

 

Beijos, de Viana ;)


publicado por blue258 às 13:42
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (3) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009

Feira Medieval

Viana do Castelo.

Dias 26, 27 e 28 de Junho.

Feira Medieval.

 

A não perder - pelo menos a ver se eu vou - desta vez!

 

 

 

P.S. Tammi, olha que boa oportunidade? Hã?


publicado por blue258 às 22:28
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (2) | favorito
|
Domingo, 14 de Junho de 2009

Tonalidade embriagante

Tonalidade embriagante esta, que ao cair da noite abraçava Viana do Castelo. Indescritível. Impossível fotografar - a máquina parecia não ser capaz de captar a subtileza dos tons. À falta de melhor, fica aqui o meu testemunho.

 

De casa, viam-se os pinheiros corados de vermelho - como se de fogo se tratasse. E era fogo - fogo vindo do sol, vindo da praia, do mar, da linha do horizonte, onde o sol se parecia perder.

 

A caminho da praia, viam-se os pinheiros, vestidos de tons escuros, misteriosos, sombrios, exalando sobriedade. Mesmo por cima, rasando as cristas que sempre apontam o céu, tons arroxeados, incríveis, sublimes, extraordinários.

 

Beira-mar: fogo. Explosão de fogo. Intenso de uma forma que até atordoa. Parecia pairar à superfície do mar.

Porções de areia sublimadas por aquele tom vermelho de fogo que inicialmente concentrou as atenções. Areia e água polvilhadas por tons escuros de laranja. 

 

 

Com o olhar alcanço a cidade.

Santa Luzia, em cima, com a noite que entretanto se abateu sobre ela.

A cidade com as suas luzes, brilhantes, como se engalanada estivesse para a festa.

O pontão a direccionar-nos para o mar, para o horizonte. Para o infinito.

Sempre lá, mas hoje diferente, transformado de uma qualquer forma transcendental que não nos permite saber o autor.

Acesso só à obra: o mar carregado desses tons azuis e arroxeados, hipnotizantes, esotéricos, intrinsecamente cativantes, que se estendem como névoa mística à cidade.

 

Ao voltar para casa, acompanha-me uma atmosfera em tons azuis e arroxeados escurecidos pela noite. Diferente dos demais dias. Sem dúvida.

 


publicado por blue258 às 01:26
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (1) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Abril de 2009

Santa Luzia - Viana do Castelo

Aproveitei o magnífico dia de hoje para captar um pouco daquilo que há de mais belo - pelo menos aos meus olhos - nesta cidade de mar e rio. Começamos por Santa Luzia: para lá seguem os nossos caminhos - ora pelo sentimento que nos impele a mover, pela paisagem estonteante  que nos alimenta os sentidos ou pura e simplesmente a lazer, não se conhece Viana sem conhecer o coração que a faz pulsar  de emoção, e a nós, perder de amores.

 

Começa a subida:

  • a pé - infinitas escadas que nos parecem levar bem pertinho do céu -saudável para o corpo e para a alma;
  • no elevador - renovado e de cara lavada - excelente escolha para condimentar o passeio;
  • de carro - curvas e contracurvas com os olhos sempre colados nos pedacinhos desta cidade que nos vão aparecendo por entre a folhagem - é bom para a preguiça!

Pelo caminho - a não perder -  varandas de encantar..

 

 

 

Aproveitar cada momento para absorver todos os pedacinhos que a subida nos vai revelando da cidade:

 

Ao chegar bem lá em cima, enfim, toda uma panóplia de sensações:

 

os jardins - tão refrescantemente verdes

 

 

 

a paisagem - de cortar a respiração

 

 

 

o templo - vejam só: palavras para quê?

 

 

 

Pormenores:

 

 

 

 

 

 

 

 

Nota: todas as fotografias assinadas por blue258 - há ainda mais para ver no Sapo Fotos!

 

P.S. : agradeço ao E por me ter deixado brincar com a sua Olympus digital - made my life easier!


publicado por blue258 às 22:27
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (4) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Abril de 2009

O Sol brilha!

Hoje o sol brilha intensamente, e os seus raios de luz trespassam o nosso ser, iluminam e aquecem até a alma mais sombria. Bem, que dia lindo e solarengo aqui em Viana do Castelo - está um daqueles dias em que tudo parece um ESPECTÁCULO! O dia parece estar repleto de vida - alegre - colorido. Dá é vontade daquele dolce fare niente - apetece estar sentada numa esplanada, destas à beira-mar, calmas, tão calmas que parecem ser só nossas, com o meu livro, café e fino já a caminho.... à nossa!


publicado por blue258 às 13:29
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Março de 2009

eu, blue258, apresentar-me

Ocorreu-me que lá por ser novata nisto dos blogues, nada desculpa o estar em falta com uma (nem que breve) apresentação. Apresentação essa que pode simplesmente passar pela explicação do nome escolhido. Ora, a principal e única motivação (na altura)  foi: escrever. Escrever tudo aquilo que tinha para dizer e, ou não conseguia ou estava guardado cá dentro. Talvez estivesse um pouco blue na altura ( e ainda esteja) e como pensava dar corda aos meus próprios blues, daí surgiu o blue. Também é a minha cor preferida, e embora possa parecer insignificante, tem tudo a ver com a minha filosofia: faz parte de mim. E não, não sou portista, isso é que não tem nada a ver - sou benfiquista. Quanto ao 258, é simples, o indicativo da minha zona - a linda e inesquecível Viana do Castelo. Sei que cada um de nós defende a sua terra como a mais linda, a mais fantástica, e ainda bem que assim o é (mais um assunto que fica para tratar noutro post). 

Defendo que acima de tudo somos o que vivemos, o que conhecemos, e o local onde crescemos e vivemos está obrigatoriamente embebido na nossa formação - eu sou quem sou em parte por viver aqui,  e isso não podia deixar de estar presente na bloguista em que me quis tornar.


publicado por blue258 às 00:22
link do post | dá-me um pouco da tua cor | ver outras cores (5) | favorito
|

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul


. procura-me

. segue-me

. 101 seguidores

.azuis recentes

. Só para não dizerem que e...

. E o blogue também se tran...

. Quem foi?

. Quem?

. Roam-se de inveja, vá, qu...

. Feira medieval

. Roam-se de inveja, vá, qu...

. Minha gente #5

. Cusquices

. Feira Medieval

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. este mundo que nos ensina...

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. um abraço. o meu lugar.

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. 30 coisas sobre ti (que n...

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds