Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

Para que servem os homens - parte III

28
Jul09

Arrumações  - categoria com as mais variadas vertentes - hoje, a ser tratado o aspecto do que nós - mulheres - arrumamos, e o que eles - os homens - pura e simplesmente, desarrumam.

 

Ponto 1: Cremes de barbear, gillettes e toda a parafernália correspondente

 

Nós, mulheres, regra geral, colocamos tudo arrumadinho, direitinho dentro da gaveta ou armário da casa de banho.

Na hora de barbear, claro, procedimento normal e mais do que natural: o homem retira o que precisa da gaveta, e dedica-se então ao acto em si.

Pega nisto, pousa aquilo. Agora isto e depois aquilo. Já está. Prontinho. E agora? Já está.

E o gel/gillette/creme? Guardados na gaveta/armário? Pois sim. Não, claro que não. Ficam ali a enfeitar o lavatório.

 Agora expliquem-me vá... devagarinho... e se preciso façam-me lá um desenho. Porque eu não compreendo. E acho simples, tão simples... Ora vejam:

 

Tira as coisinhas da gaveta/armário.

Faz a barba.

Arruma as coisinhas de volta na gaveta.

 

Em três simples passos. Uau! Será assim tão complicado?! Hello men! Really? 

 

Em jeitos de conclusão: para que serve o homem... senão para desarrumar o que encontrou arrumado? 

 

 

Ponto 2: Embalagens vazias

 

Ok. Nem vou mencionar o facto de ter encontrado na gaveta do "m" 3 frascos de espuma de barbear  de marcas diferentes. Um cheio, outro a meio, e um quase a acabar... Risca essa

 

Exemplo: A pasta dentífrica está a acabar. Há uma nova na gaveta. E o que faz o representante masculino que tenho cá em casa? Retira a pasta dentífrica nova da gaveta, retira-a da caixa, e voilá! Pasta dentífrica pronta a usar.

E o que falta aqui? A caixa onde vinha a pasta. E onde está? Ah... a enfeitar o lavatório!!

 Novamente, peço, expliquem-me, vá lá, com jeitinho, a ver se me convencem. Qual o grau de dificuldade aqui?

 

Tira da caixa, deita a caixa no balde do lixo.

 

Que se encontra a 1,5 m de distância (diga-se de passagem).

E aqui, qual a desculpa? Nenhuma. Ou melhor nenhum. Sim porque é o que um homem faz. Nenhum. Ou faz por fazer nenhum - mas isso já é outra história.

 

 

Ponto 3. É Verão. Cervejinha fresca sabe tão bem...

 

Pois sabe. E chegar a casa, ir direitinho ao frigorífico, e ter lá umas geladinhas.... ai que bom... é não é? Pois é.

 

Vai buscar uma. Mais outra pro amiga e pra amiga. Mais uma rodada.

Ora, que eu saiba, o frigorífico cá de casa não é como aquela máquina do anúncio da coca-cola - não alberga aqueles seres tão divertidos que estão sempre a repor o stock.

Logo... conclusão óbvia: as geladinhas vão acabar. E depois só quentinhas.

 

 E então, que tal, pegar nas quentinhas, levá-las para o frigorífico, e deixá-las atingir aquela temperatura perfeita? Em vez de um ah... era a última? Ou oh...não há mais? 

 

 

Resposta: não, não há.

E é sempre bom lembrar que é a "je" aqui que se ocupa quase sempre de repor o stock. E depois ousem dizer, vá... as mulheres é que são limitadas? E os homens? Que matemática é necessária aqui? Tira uma. Tira outra. Mais duas. Vai tirando. Lógico que vão acabar.

Mais: porque não usar os olhinhos tão lindos, que não servem só para nos encantar, para ter atenção nas coisas que fazem?

Então ver que as geladinhas já estão a acabar... meninos, nós não temos uma varinha mágica... (embora às vezes pareça).

 

Throw your arms around me

27
Jul09

 

 

 Devo andar carente... de abraços, de ser abraçada ou então (mais provável), de me sentir confortada, protegida, resguardada. Portanto esta musiquinha vem mesmo dentro do tema.

Diz a Izzie que é das mais bonitas... é, então não é? Portanto...

This one is for you too. Izzie, enjoy!

 

Throw your arms around me (lyrics)

I will come to you in the daytime
I will raise you from your sleep
I will kiss you in four places
As I go runnin' down your street

I will squeeze the life right out of you
I will make you laugh, and make you cry
And we may never forget it
As I make you call my name as you shout it to the blue, summer sky

And we may never meet again
So shed your skin lets get started
And you will throw your arms around me
And you will throw your arms around me

I will come to you at nightime
I will climb into your bed
I will kiss you in 195 places
As I go swim around in your head

I will squeeze the life right out of you
I will make you laugh, I'll make you cry
And we may never forget it
As I make you call my name as you shout it to the blue, summer sky

And we may never meet again
So shed your skin lets get started
And you will throw your arms around me
And you will throw your arms around me

Ohh yeah, uh huh, uh huh...
Ohh yeah, uh hum, ooh...
Ohh yeah, uh huh, uh huh...
Oh...and you will throw your arms around me...

 

 

Oh, I will stand arms outstretched, pretend I'm free to roam

25
Jul09

 

 

 I will light the match this mornin, so I wont be alone
Watch as she lies silent, for soon night will be gone
Oh, I will stand arms outstretched, pretend Im free to roam
Oh, I will make my way, through, one more day in hell...
How much difference does it make
How much difference does it make, yeah...

I will hold the candle till it burns up my arm
Oh, Ill keep takin punches until their will grows tired
Oh, I will stare the sun down until my eyes go blind hey,
I wont change direction, and I wont change my mind
How much difference does it make
Mmm, how much difference does it make...how much difference...

Ill swallow poison, until I grow immune
I will scream my lungs out till it fills this room
How much difference
How much difference does it make

 

Will you meet me at the garden tonight?

25
Jul09

 

Ontem foi bom... Não tenho a  percepção de te ter visto lá... mas senti-te... Envolveste-me e  aconchegaste-me... confortaste-me... e abraçaste-me nos teus braços... até de manhã.

 

 

I'll try and go to sleep...

I'll try and find my way there again.

I'll wait for you to come.

 

 

You beautiful fucked up people

24
Jul09

Não há dúvida alguma que eu tenho mesmo dedinho para escolher...

Tanta gente fudida do caco. Fucked up. Screwed up. Just like me. 

Pensava eu que ganhava na categoria WTF?, mas afinal não.

Ganha mesmo a cadela ;)

 

Minha gente, l, m ...n, o, p, q, r... s, t... do you get the point? All of you.

Eu estou aqui... para o que for preciso.

Qualquer coisa que seja, atirar palavras ao vento, curtir umas insónias, dizer umas graçolas (também é bom), o que for. Eu estou aqui.

 

Had to say it. I'm here for you. And I care.

 

Queria dizê-lo. Pronto. E fica aqui mais esta musiquinha - já que hoje... sinto-me assim...

 

 

 

 P.S. Esta música, apesar de calminha, faz-me sentir um power estrondoso, daí tê-la escolhido para este post.

Grace Potter (grande senhora) escreveu-a para a avó - salienta, no entanto,  que esta música não retrata a sua vida, mas sim o que ela poderia ter sido. Daí o dedicá-la a todos - é bom pensarmos naquilo que ainda podemos ser.

 

Palavras

24
Jul09

Só sei que as palavras corroem... matam...

As tuas, e as minhas que sufocaram ainda mais...

E eu... que volto a sufocar. 

 

Palavras que libertam as lágrimas acorrentadas, que em torrente arrasam com o pouco que ainda se mantinha de pé.

 

Hoje sinto que algo morreu em mim...

Pág. 1/6