Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

The blogs next door

31
Ago09

 

Tal como comunicado anteriormente, tenho andado perdida pelos blogs da concorrência. Apreciem a listinha lá em baixo, à esquerda, como cresceu!

Tanta coisa boa... oh tanta coisa boa!

Portanto, não resisto a destacar alguns - e já há muito que não o faço. De salientar que é a minha opinião pessoal, o que provavelmente quer dizer que há quem não perceba o meu entusiasmo - mas o blog é meu, e eu sou eu, sou assim, e vejo as coisas à minha maneira.

 

E que eu tenho um gosto pela cultura nipónica, tenho. Sempre tive. Agora ainda mais com o vício da Manga e do Anime - prevê-se um post para breve.

 

Num dia daqueles, daqueles em que parece que o cosmos se alinhou para nos conduzir a coisas boas, e a nada mais do que coisas boas, encontrei este blog: Sakura. Bastou o nome para me chamar a atenção. 

Entrei, e confesso, demorei para sair. Adorei. Todo um conjunto de particularidades que me fez encantar, e agora, já não o largo.

 

O mundo é deveras estranho e complicado, e as nossas vidas emaranham-se com uma facilidade...  O meu estranho mundo - irreverente e tocante.

Adorei a música com que nos brinda logo à entrada - Unlike Me, de Kate Havnevik - já conhecia a cantora (banda sonora de Grey's Anatomy), mas esta música realmente lindíssima, disse-me tanto... e não tarda nada aparece por aqui.

Mais: uns textos que fazem corar  as minhas teorias de tão púdicas que são. 

Então este aqui, hilariante!

Sem dúvida um blog a acompanhar.

 

 

Por último, um blog em que uma palavra apenas basta para o definir: classy.  O amor é um lugar estranho. Nem preciso desenvolver - querem saber, vão lá ver.

Ah! E uma coisa tão gira e tão engraçada, que aqui encontrei e me fez rir tanto: generatus . Vão lá, digitem o vosso nome, nick, não interessa e... divirtam-se!

 

Não resisto a deixar aqui algumas:

 

Blue used to live in the real world but she got evicted.

Blue is going mad. We all go a little mad sometimes.

 

Blue is saying NO to negativity.

Blue knows that the truth is out there - but she's stuck here

Blue agrees that money talks: her always says "Good-bye"

 

Blue is an idealist - she doesn't know where she's going, but she's on her way.

Blue intends to go to Heaven for the climate and to Hell for the company.

 

Blue is perfectly sane. The voices in her head said so.

Blue will not eat oysters - she wants her food dead. Not sick. Not wounded. Dead.

Blue is now realising that that the Earth was made round so that we would not see too far down the road.

 

 

 

 

P.S. Pode ser que arrange por lá casa... assim tipo para umas escapadinhas ;)

       

clic, clic - já fiz merd@

31
Ago09

Não vos contei que ontem, fiz uma coisa burra, muito burra. Shame on me.

Recebi, no messenger, mensagem de um chavalo amigo meu (pensava eu! que era do chavalo, não que não fosse amigo), que dizia qualquer coisa assim:

 

Hahahaha olha o que eu encontrei lol xD

com um link que tinha o meu nome

clico e diz, log in

a parva aqui, mete o mail e a password

 

É claro que, enquanto fazia isto, via o meu cérebro dividido em pequenos compartimentos, e realmente, havia um lá ao fundo, no canto, que estava a analisar a situação, pilhas de papéis na secretária, pilhas de papéis por todo o lado, que confusão de gabinete - devia ter desconfiado! Bem, disse-me it's a go. E eu fui.

Não devia, pois claro. E agora desconfio sinceramente... todos os outros compartimentos, estaria mesmo alguém lá a trabalhar, ou será que afinal, não há é ninguém lá a trabalhar? Temo que tenha ocorrido um curto-circuito no cérebro - não espera, curto-circuito não, pois eles vivem é de sinapses... teria sido um black out? Tem tudo a ver. Apagão. Tudo escuro. Foi-se tudo embora. Ficou só o desgraçado do gabinete lá do fundo. Coitado. It figures!

Como havia qualquer coisa que não batia certo, pergunto ao puto o que é aquilo e se é pra fazer o log in. Não responde. Mesmo assim faço-o - não dizem que a curiosidade matou o gato?  E apesar dos compartimentos terem um aspecto abandonado, uma mensagem de alerta ainda ecoava pelo vazio: 

 

atenção às mensagens estranhas

vindas de um remetente desconhecido (que não era o caso)

(qualquer coisa) log in

nunca insiram (...) passwords

(mais qualquer coisa) os hackers

 password errada e pede para voltar a inserir

nunca façam isso nunca façam isso nunca façam isso

 

Pois, a mensagem não era totalmente perceptível. Não sei. Equipamento ultrapassado, talvez? E o centro de operações abandonado também deve contribuir substancialmente. Desertaram todos. E ninguém se lembra de me avisar.

 

 Continuando a desconfiar, porque eu ando a ter problemas com o pc, e de vez em quando o messenger (não é de fiar, tá visto!!) apaga as fotos dos contactos, e só quando nos voltamos a ligar, é que as volto a recuperar. Fui espreitar e nada.

Se se ligou e mandou mensagem, como é que ainda não aparece a foto?! Pois... óbvio - não era ele. E então,  ligo-lhe, ainda assim meia descrente:

Ó pá, mandaste me isto assim assim?

Quem eu? Eu nem sequer me liguei desde que saí de tua casa!

Caiu-me tudo!!!

 

Hahaha parvalhona (isto digo eu)

era vírus

depois toca a alterar a password do mail e do messenger

 

Parva. Tão parva.

Quase tão parva como naquele dia no Porto, em que deixei o painel do rádio no carro - leia-se colocado no dito rádio - ali a tentar o olho de quem passava. E o que deu origem a este post aqui.

 

 

Se calhar devia procurar desculpar-me confessando que imaginava qualquer coisa do tipo oh o puto encontrou alguma foto minha, do blog ou a do perfil no facebook - sim essa, que é a única minha aí disponível na net (pelo menos que eu saiba) -  e tudo graças à Maggie, sim ela, que foi quem me convenceu a colocá-la lá - thanks maggie.

Foi graças a ela que cedi a esta coisa das redes sociais. Cedi, está cedido. E ontem, por acaso, só por acaso, e como já não ia ao facebook à muito tempo, fui... Bem, e se calhar devia dizer-te... Olha, pronto, só para saberes, no vampire wars, fiz com que te matassem, ou pelo menos, ficaste em bastante mau estado. Disseram que tenho de aumentar o clã - inscrições aceitam-se!

E não, não foi de propósito... eu não fazia isso... que queres, perguntaram-me: do you want to attack? Fiz um clique, disse que sim e o resultado não foi nada bom...

 

Tá visto que era dia, ou melhor, noite, de clic clic - já fiz merd@.

 

 

 

 

P.S. E quanto ao farmville, pelo desleixo do meu protótipo de quinta, daqui a pouco ainda te queres mudar!!! 

 

Pág. 1/6