Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

A Grande Aventura dos Livros (grátis)

20
Fev14

Não sei se já estão a par deste passatempo da Editorial Presença - se não estão, boas notícias: ainda estão a tempo de participar! Reparei que renovaram o stock de alguns livros que estavam esgotados e resolvi, por isso, partilhar aqui no blogue. E o que é preciso fazer?

Basta seguirem este link - A Grande Aventura dos Livros - registarem-se com a vossa conta do facebook ou com uma conta de email. Depois basta clicarem nas vossas preferências, responder com um clique a uns questionários e ganham logo um livro. Assim, simples. Para se habilitarem a outro livro, basta partilharem o vosso link no facebook, no vosso blogue, aos amigos que estiverem online. Cada novo registo dá-vos mais pontos e poderão ganhar até 3 livros. Só se pagam os portes de envio: 2.80 € pelo primeiro livro +1 euro pelo segundo + 1 euro pelo terceiro. Três livros novos pela módica quantia de 4.80 euros.

Livros escolhidos, encomenda feita, faz-se o pagamento dos portes de envio e depois é só seguir online o estado da nossa encomenda e esperar que chegue a casa. Li algures num blogue alguém que dizia que livros nunca são demais. E é verdade.

It´s nearly morning...

20
Fev14

Uma semana. Hoje, à hora de jantar, para ser mais precisa. E ainda nada. Este nada que traz um vazio frio como o nevoeiro. E eu continuo a procurar, mas de cada vez que volto de braços vazios, carrego um sentimento terrível que me inunda de solidão. E eu não estou sozinha. Mas pareço perdida num sentimento que parece ser só meu e de mais ninguém. Mas hoje tem de ser um dia bom. Porque é especial. 

 

 

Há tanto que eu queria dizer. Por pouco que fosse sempre era alguma coisa. Mas hoje só queria colo. Colo que nem todos sabem dar - deve ser genético, acho eu (either you've got it or you don't)- e era o que eu queria hoje. Colo logo ao acordar, logo de manhãzinha... as tuas mãos no meu cabelo e eu no teu colo, e olha o mundo parava lá fora. Tomava-se café, sumo de laranja, uma fatia de bolo de abóbora acabadinho de sair do forno. Não gostas de abóbora? Aprendias a gostar. Só depois se voltava à vidinha de todos os dias.

Encontra-me.org

19
Fev14

«É o mais eficaz recurso para ajudar a reunir animais desaparecidos em Portugal com as respectivas famílias, sendo disponibilizado desde 1 de Fevereiro de 2005 pela Associação Pelos Animais.

Assente numa base de dados rigorosíssima e num sofisticado sistema de notificações de animais desaparecidos com base na localização geográfica, e com uma comunidade activa e solidária de ajuda aos animais desaparecidos, é um poderoso e indispensável apoio em caso de desaparecimento de um animal.»

 

O site está muito bem concebido, permite-nos publicar um apelo online para qualquer animal que tenhamos perdido e/ou encontrado - podemos até imprimir o panfleto para colocar na rua.  Enumera também um conjunto de sugestões que nos fornecem linhas de orientação para a busca do animal perdido - para gatos e para cães - é mais do que natural, numa situação destas não sabermos o que devemos fazer, e de facto, ter uma lista ajuda e muito: sermos objectivos e práticos ajuda sempre. E há casos felizes, portanto há que ter esperança. De qualquer das fromas, prevenir é melhor do que remediar, portanto aqui ficam as recomendações para evitar que um animal desapareça.

E o desespero que é tempestade começa a acalmar

16
Fev14

 

A Moggi é uma gatinha siamesa de pelagem clara. Tem os olhos azuis muito claros e as pontas das patas brancas. Tem apenas 5/6 meses. Não gosta do barulho dos carros e não está habituada a estar na rua. É a minha gatinha, sinto tanto a falta dela e tenho um buraco no coração.

... )

E  o desespero que é tempestade começa a acalmar. Sinto um buraco no coração. Sinto-me  impotente. Sinto que  já não há mais nada que eu possa fazer. Sinto que o que devia ter feito não fiz. E se calhar já me começo a resignar. Daí esta calma aparente. Este vazio. Isto acaba por ser um desabafo, porque eu já não sei que mais possa fazer.

Apelo a todos os que possam ler isto e que sejam de Braga, tenham conhecidos em Braga, possam ter o colega de um colega ou o filho de um conhecido a frequentar a Universidade do Minho que partilhem estas informações. Foi nos prédios amarelos junto à rotunda da UM que a Moggi desapareceu na quinta-feira.

Para o dia de S. Valentim

13
Fev14

E para qualquer outro dia, especial ou não (porque não fazer de um dia especial só porque sim?), duas opções, A e B:

A. Ir para fora cá dentro, e aproveitar a "desculpa" para passar o fim-de-semana num local de sonho com a nossa pessoa 5 estrelas... que tal na Serra da Estrela?

 

Acordar, abrir (espreitar porque está muito frio) a janela e ver... neve. Acender a lareira. Passeios pela neve. Aconchegar com mantas quentinhas em frente à lareira e de chocolate quente na mão. Espreitar pela janela só para se certificar que... a neve ainda não desapareceu. Voltar a sentar em frente à lareira... and so on and so on.

B. Ficar em casa, preparar um manjar dos deuses e deleitar-se no conforto do lar com a(s) nossa(s) pessoa(s) 5 estrelas.

 

Eu diria logo sushi, ushi, ushi. Ele é mais picanha, anha, anha. Vamos na picanha porque eu também gosto. Um bom vinho tinto. Um miminho doce para a sobremesa. Um bom filme, uma série, e uma sexta à noite perfeita (como tantas outras, também elas perfeitas, mas esta com direito a pétalas e velas só porque sim).

 

 

 

Ou, em alternativa às anteriores (e porque me estava a esquecer de quem a distância separa), uma opção C:

 

C. Aproveitar para matar as saudades via skype ou qualquer outra ferramenta do género. Usar a tecnologia para roubarmos uns momentos com a nossa pessoa 5 estrelas.

 

Denominador comum: a nossa pessoa 5 estrelas (creio que foi óbvio ou então tomam-me por repetitiva sem razão). Bottom line, não interessa onde, como ou quando. Interessa é com quem (e que seja 5 estrelas? vou ter de mudar o título deste post).

Abóbora

12
Fev14

Tendo em conta o post anterior, sinto-me na obrigação de partilhar qualquer coisa doce. Por acaso, e só por acaso, tenho ali uma abóbora a enfeitar a banca e à espera de se transformar num doce delicioso. Eu adoro doce de abóbora, deve ser um dos meus preferidos (é sim senhor), simples ou com noz (amêndoa também combina lindamente), é tão bom que se pode comer à colher. Uma combinação deliciosa e uma sobremesa super simples de se servir é a seguinte: 

*
Queijo fresco ou requeijão (conforme a preferência), doce de abóbora, canela, pinhões (opcional) ou noz (opcional). Isto é uma verdadeira delícia. A culpa disto tudo é da G. que foi quem me deu a provar esta deliciosa combinação pela primeira vez, foi também quem me deu a abóbora que está estacionada na banca, e me deu (mais uma vez) um frasco de doce de abóbora feito por ela. Quem tem amigos tem tudo.
*Imagem retirada da internet

Pág. 1/2