Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

And I'll do it a thousand times again

24
Abr17

You're broken down and tired Of living life on a merry-go-round And you can't find the fighter But I see it in you so we gonna walk it out And move mountains We gonna walk it out And move mountains

And I'll rise up I'll rise like the day I'll rise up I'll rise unafraid I'll rise up And I'll do it a thousand times again
And I'll rise up High like the waves I'll rise up In spite of the ache I'll rise up And I'll do it a thousand times again

Abril

23
Abr17

845 páginas de puro deleite entre a escuridão e a luz.

image.jpg

Estava eu quase na recta final deste livro (na luta entre o querer saber o destino das personagens e o protelar o final do livro), quando dei pela minha inocência a perguntar se caso se pedisse com muito jeitinho ao autor ele acederia a escrever mais uns quantos livros desta saga. Carlos Ruiz Zafón, encanta-nos, prende-nos ao seu imaginário e faz-nos apaixonar pelas suas personagens. Se até aqui eu já era fã dos Sempere, de Fermín e de David Martín, então agora com Alicia e Vargas (dupla que tanto me fez lembrar Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist de Stieg Larsson), só me resta mesmo ler as restantes obras do autor.

 

 

...

23
Abr17

«Às nove em ponto, as ruas do centro de Barcelona estavam enfeitadas para o grande dia dos livros na esperança de que as turvas profecias não assustassem os apaixonados, os leitores e todos os distraídos que, desde 1930, todos os anos se reuniam sem falhar no dia 23 de Abril para celebrar aquela que era, na opinião de Fermín, a melhor festa do universo conhecido.»

                                  Carlos Ruiz Zafón, O Labirinto dos Espíritos

Só porque sim

20
Abr17

Vinha eu aqui escrever que em Março não li absolutamente livro algum, fosse ele de que género fosse; mais uma data de coisas com e sem sentido para os demais mortais quando começa a tocar esta música:

 

E os teus dedos como que perdem a determinação que traziam. Afinal, não era assim tão importante o que tinhas para dizer. Fica para outro dia. Só porque sim.

Para ti, enquanto não dou à costa.

07
Abr17