Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

When he said "I love you" in mid conversation

02
Ago21

Aqui há dias, ele escreve "I love you" a meio de uma conversa. Assim, do nada. Eu sorri. É o tipo de coisa que te desarma, mesmo sem quereres. É o tipo de coisa que, estejas preocupada ou até aborrecida, te faz esquecer do motivo porque o motivo deixa de ter importância.

Na altura eu devia ter dito logo I love you too. Porque é verdade. De certa forma. Mas não da forma que eu quero. Nem da forma que ele pensa que lhe chega. Porque isto do amor, não é de chegar. É de te arrebatar. Ele acha que sim. Que isto lhe basta e que é feliz assim. Que eu o faço feliz. E eu podia mostrar-lhe o que é felicidade a sério. Amor a sério. Eu sei que podia. Só que não posso.

E ele volta a insistir numa vida de meias-medidas. E eu digo que não, que forma errada de pensar. Eu quero tudo a que tenho direito. Eu quero este amor desmedido que me beija a alma mas também quero o mesmo amor que me encerra nos seus braços até eu adormecer. E é isto que eles não percebem. Que eu sou corpo e alma. Não há um sem o outro. All or nothing.

 

E agora, agora, quase que me dá para rir quando penso nisto: uns querem o corpo, este queria a alma. No final, todos querem alguma coisa de ti. E quando percebem que não vão ter aquilo que idealizaram - sim, porque para além de criarem uma ideia de ti, esperam algo de ti,  querem mais embora digam que não, que são felizes assim, mas na verdade esperam algo que tu muito provavelmente nunca serias capaz de dar  - pegam em todo o seu amor, toda a sua devoção, fazem as malas deixando todas as recordações e partem. Assim, sem olhar para trás. Sem pensar duas vezes.

E tu ficas ali a pensar, foda-se, mas que valor tenho eu afinal? Porque no final, tu fizeste o mesmo que todos os outros. No final, tu pegaste e foste e deixaste-me sem olhar para trás. Ou seja, era este o valor que eu afinal tinha para ti. E agora diz-me: em que é que és diferente dos outros?