Segunda-feira, 5 de Julho de 2010

Quero-te

Logo à noite, quando a lua nos sorri e a brisa marítima nos afaga a pele. O teu beijo, o mel. A tua pele, o sal. O teu abraço, o mundo. E o meu mundo, encerrado nesse mesmo abraço. No teu.

 

 


publicado por blue258 às 11:18
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
20 comentários:
De ! Bs WeLt ! a 5 de Julho de 2010 às 12:53
Aiiiiiiii Jazuzzzzz.... Estas coisas fazem-me ficar coisinha.... Amanhããããã quando vir o K à frente vou estrafugá-lo Image


De blue258 a 5 de Julho de 2010 às 14:58
Vai-te inspirando, então... e amanhã, usa e abusa ;)

estrafugá-lo está fixe, ó bea ;))


De Daniela Barreira a 5 de Julho de 2010 às 15:56
Vim para aqui, porque prefiro não comentar aquele meu post no meu, apenas aquele :)

sim, acho que te fazes entender. Quando me refiro a coisas que temos a certeza que não existem e por isso não vale a pena acreditarmos nessas promessas, não é em relação ao sentimento que temos, esse temos a completa certeza se existe ou não porque sentimo-lo. Mas na resposta que obtemos ou não. Ou até obtemos resposta mas já sabemos que não corresponde ao real. Que não há nada mais para esperar. E assim, vem o trabalho que temos que fazer em calar o nosso coração em relação a determinados passos. Porque não vale a pena faze-lo sentir a mais, se o "a mais" não existe. :)


De blue258 a 6 de Julho de 2010 às 00:01
exactamente - pelo menos é que a razão anda a dizer ao coração :)


De milvezesmais a 5 de Julho de 2010 às 22:42

É verdade... existem abraços assim... capazes de encerrar um mundo, uma vida neles.
...
Vontade de me perder num abraço desses...


De blue258 a 5 de Julho de 2010 às 23:43
ouve, mvm, tu nem me fales em vontade... é que nem é bom pensar...
pensar traz consigo a consciência de quanto o queres, de quanto te falta...


De milvezesmais a 6 de Julho de 2010 às 00:06
Tu dizes ouve...
Eu tento te ouvir... mas estes meus pensamentos e minhas vontades falam tão alto que é dificil te escutar... :)

O problema... é o pensamento. Faz-nos mal pensar muito e nas coisas erradas... a vontade, essa estava quietinha a um canto e o pensamento é que a foi desinquietar. :)


De blue258 a 6 de Julho de 2010 às 00:11
ouve-me bem, tenta ouvir-me pelo menos ;))
A vontade está la, por vezes meia adormecida, mas está lá. Depois, lembra-se e acorda... com fome. Começa por morder assim devagarinho, depois o pensamento dá por ela, e começa a voar :)


De milvezesmais a 6 de Julho de 2010 às 00:14

:)

Essa do com fome... tem tudo a ver com as conversas de hoje :))

Estavas por acaso ao meu lado??? :D

Tens razão...  o melhor mesmo era ceder à vontade... não contraria-la.


De blue258 a 6 de Julho de 2010 às 00:16
Não, acho que não - eu estive em Viana - estiveste por cá? ;)

Sei bem do que falo... apenas isso. Ceder, sem dúvida. Ceder. Entregar-se.


De milvezesmais a 6 de Julho de 2010 às 00:19
Não, não tive :)
ok, ok... tens um "ouvido telepático" :))
Se não temos duvidas... é avançar... mas... há sempre um mas...
E andamos ao circulos, damos voltas e voltas e paramos sempre no mesmo sitio.


De blue258 a 6 de Julho de 2010 às 00:21
eu acho é que é o coração que é telepático :))
por vezes, quer-se avançar, quer, mas somos obrigadas a um recuo - e depois, parece que tudo nos foge das mãos.


De milvezesmais a 6 de Julho de 2010 às 00:30

E ficamos com a sensação de que se perdeu aquilo que nunca se chegou a ter...
As mãos vazias...
...

"
A noite não tem braços
Que te impeçam de partir,
Nas sombras do meu quarto
H mil sonhos por cumprir.
No sei quanto tempo fomos,
Nem sei se te trago em mim,
Sei do vento onde te invento, assim.
Não sei se luz da manha,
Nem sei o que resta em nos,
Sei das ruas que corremos sos,
Porque tu,
Deixas em mim
Tanto de ti,
Matam-me os dias,
As mãos vazias de ti."

...
E com esta musica vou dormir... e sonhar.

Bj


De blue258 a 6 de Julho de 2010 às 00:33
:)

Bons sonhos. Vais tê-los, com certeza.
Beijo.


De S a 6 de Julho de 2010 às 21:16
tanto amor, tanta vontade...


De blue258 a 6 de Julho de 2010 às 22:25
amor? ;))
vontade, querer... muito


De S a 6 de Julho de 2010 às 23:01

aí, não sei porque tanta coisa quando se diz a palvra amor, AMOR sim, há várias formas de amor, há amor nas palavras.


De blue258 a 7 de Julho de 2010 às 01:22
estava a brincar contigo ;)
tens razão, toda: "há amor nas palavras"


De S a 12 de Julho de 2010 às 19:47

=)


De blue258 a 12 de Julho de 2010 às 21:25

;)


Colorir

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul


. procura-me

. segue-me

. 106 seguidores

.azuis recentes

. Das palavras que poderiam...

. ...

. Dos abraços

. ...

. Crónica de uma morte anun...

. Hoje foi o dia

. Where’s the light I used ...

. Maio

. And I'll do it a thousan...

. Abril

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. este mundo que nos ensina...

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. "menina dos abraços"

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. há quem diga.

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds