Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blue 258

Blue 258

Bikinis e Verão: a miragem

07
Jul09

Minhas lindas, este post vem mesmo a propósito do calor, da praia, dos bikinis - em suma, do Verão. No entanto, serve igualmente para todas as estações do ano.

Conversas por aí, desânimo lá em baixo, auto-estima para cima, digo eu.

 

 

Ponto 1: Gordinhas

Gordinhas e bikinis. Ok. Não é o ideal. Concordo.

Gordurinhas e pneuzinhos que se exibem orgulhosamente: se bem que não deviam estar lá, a verdade é que o estão - e o ano todo. Se for realmente um problema - deal with it! Ou tentem pelo menos. É fácil falar, eu sei, mas se estiverem a tentar, ninguém vos pode apontar o dedo.

Para quem se sente bem como está e não tem problemas nenhuns, sortudas: não precisam dizer adeus ao Mcflurry.

 

 

Ponto 2: Magrinhas

Magrinhas e bikinis. Também não é o ideal, certo?

Bikini que parece ter tecido a mais, também não é bonito de se ver - se as gordinhas têm a mais, as magrinhas têm a menos - mas já agora, bronzeia-se o que se tem, não?

 

 

Ponto 3: Jeitosas

Bikinis e jeitosas, jeans e jeitosas, saias e jeitosas, jeitosas-e-um-trapo-qualquer, tudo lhes parece ficar bem. Ok, quanto a isso, não há nada a fazer.

Ou por outra, até há - gordinhas  e magrinhas:  exercício físico e alimentação saudável.

O corpo é uma escultura a ser trabalhada. (Que bem falo eu... fazer é que nada!)

 

 

Ilusão 1: pensar que as magrinhas não têm complexos, que isso, só as gordinhas.

Têm. Muitos. E os mais variados.

Imaginemos o provador de uma qualquer loja de roupa. Ou porque os jeans não assentam bem, ou porque não fazem um rabo jeitoso, porque não usam saia por terem as pernas muito fininhas, etc, etc.

De igual modo - vês Niña? - as gordinhas tendem a não usar saia porque têm as pernas muito gordinhas, stressam com entrar nos jeans, e é porque fazem um rabo muito grande e não sei quê, não sei que mais. 

Quem diria que gordinhas e magrinhas tinham tanto em comum?      

    

Ou são as pernas, o rabo, o peito, o cabelo, a cara, a pele, o pescoço, até os braços ou os pés. É verdade. E acontece a todas. Todas. Pronto, pode haver uma percentagem que pareça fugir à regra. Mas isso é só aparentemente. Acreditem que algo deve haver que as deixa fulas. 

 

Ilusão 2: pensar que as boazonas não têm complexos. Idem aspas. São boazonas, são. Mas há isto ou aquilo que não gostam no seu corpo e que gostariam de mudar. E até estas se esforçam por realçar o que tem de melhor para colmatar o que pensam não ser tão bom. É neste aspecto que vencem todas as outras.

 

Ilusão 3: acreditar que as actrizes de cinema têm aquele aspecto o dia todo. Claro que não. E acordar perfeitamente maquilhadas e penteadas, só nos filmes! Depois é ver as fotos do paparazzi do dia a dia.

 

Ilusão 4: acreditar que os photoshoots das revistas correspondem à realidade. Peles perfeitas, músculos tonificados, sobrancelhas arqueadas, olhar mais rasgado, brilho do rosto, tudo, tudo é passível de ser corrigido (ou melhorado) - com o Fotoshop. Mas só resulta no papel. Elas continuam iguaizinhas...iguaizinhas a qualquer outra mulher.

 

 

Nota 1: Há mulheres que são bonitas, interessantes e tudo o resto, e no entanto, só parecem ver defeitos. Cada um é como cada qual, não é assim que se diz? O importante é sentirmo-nos bem... mas é importante olhar para o bom que se tem, e não nos esquecermos disso, certo? Certo?

 

Nota 2: Assunto a retomar numa altura mais propícia (mais criatividade).

 

5 comentários

Comentar post