Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blue 258

Blue 258

...

...

21
Jul10

Apago a luz. Pode ser que deixe de te ver. Páro de escrever. Pode ser que deixe de te ler. Aprisionas-me os sonhos, escravizas-me as palavras.

 

Matas-me. Destilas veneno no meu sangue. Sinto o sabor na boca, e agora vejo que és como os outros. Matas-me. Se não em mim, para os demais. E isso é matar-me da mesma forma.

 

Silleda, 12 de Junho

12 comentários

Comentar post