Sábado, 8 de Janeiro de 2011

...

Há pessoas que entram na nossa vida como se entrassem em nossa casa. Abrem a porta e entram. Sem cerimónias, sem pretensões.

Vão à cozinha, abrem os armários, pegam na loiça,  e servem-se. Bebem, comem, dançam e cantam até o dia raiar. Fica  depois a loiça por lavar,  a ordem das nossas coisas alterada, e até os móveis fora do lugar.

E, nós, ficamos ali, no meio da sala, a contemplar o rasto de confusão que lhes sucede, enquanto que vemos essa pessoa sair. E ficamos ali, parados, quietos, sem dizer uma palavra, quando o que devíamos fazer era sair porta fora e correr atrás dela.

 

 


publicado por blue258 às 23:08
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito
11 comentários:
De Daniela Barreira a 9 de Janeiro de 2011 às 00:32
tanto!


De blue258 a 9 de Janeiro de 2011 às 21:31
 é destas pessoas que queremos (precisamos) na nossa vida. daquelas que mesmo estando em silêncio, nos provocam um reboliço bem cá dentro...


De Daniela Barreira a 9 de Janeiro de 2011 às 21:33
sempre.


De blue258 a 9 de Janeiro de 2011 às 21:35
sempre.


De Palomina a 9 de Janeiro de 2011 às 00:54
Ou então ter alguém bem pertinho que nos ajudasse, aquele alguém que só por estar presente ajudaria sem fazer nada mais...
Image


De blue258 a 9 de Janeiro de 2011 às 21:29
sinto (sei) que o que quero é esta confusão que se instala. a balbúrdia. o reboliço.
sei que não quero o silêncio* que fica depois. a vida assim não tem piada.


* há silêncios e silêncios. este a que me refiro não é nenhum daqueles simplesmente deliciosos... nem daqueles que dizem tanto.


De sara maria a 9 de Janeiro de 2011 às 14:28
São aquelas que se alimentam de nós para poderem avançar e deixem-nos no mesmo sítio onde nos encontraram.


De blue258 a 9 de Janeiro de 2011 às 21:21
Sara, li o teu comentário, e fiquei, assim, parada (congelada). Porque é isso.

(Já o senti mais do que uma vez ao longo da minha vida, e já não me lembrava da sensação.)


De bauderoupa a 11 de Janeiro de 2011 às 00:52

Olá! Visita-me e descobre roupa a preços baixissimos.. aproveita :b


bauderoupa.blogs.sapo.pt e contacta-me para bauderoupa@hotmail.com


*


De CesarLopes21 a 12 de Janeiro de 2011 às 03:12
E tu não sabes mandar com uma panela assim bem em cheio nos cornos dessa pessoa? Ai eu mandava logo... ou arrumavam as merdas ou levavam bem em cheio nos no meio da testa!!!


De blue258 a 13 de Janeiro de 2011 às 13:40

O problema... é gostar da desarrumação que fazem. ;)


Colorir

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul


. procura-me

. segue-me

. 107 seguidores

.azuis recentes

. Das palavras que poderiam...

. ...

. Dos abraços

. ...

. Crónica de uma morte anun...

. Hoje foi o dia

. Where’s the light I used ...

. Maio

. And I'll do it a thousan...

. Abril

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. este mundo que nos ensina...

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. "menina dos abraços"

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. há quem diga.

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds