Segunda-feira, 12 de Junho de 2017

Maio

Costumo dizer que não somos nós que escolhemos os livros que lemos; são eles que nos escolhem a nós. Agora dou por mim a pensar que também escolhem a altura em que os lemos. Comprei este livro (já não sei bem quando) e tinha-o ali, à espera. Maio foi o mês (cada vez mais acredito que tudo tem uma altura e um lugar).

Sempre que leio a crítica de um livro, sei que pode ser "interessante", "profundo" e até "tocante" porque são os adjectivos mais utilizados e comuns na nossa língua. São o que são e desempenham a sua função e repetem-se em inúmeras críticas aos mais diversos livros. Esta foi a primeira vez em que li algo verdadeiramente profundo. Este é o livro.

 

500x.jpg

 


publicado por blue258 às 21:55
link do post | dá-me um pouco da tua cor | favorito

.10 anos, 10 razões :)

10 anos de Blogs do SAPO

.mais um pouco de azul


. procura-me

. segue-me

. 106 seguidores

.azuis recentes

. Das palavras que poderiam...

. ...

. Dos abraços

. ...

. Crónica de uma morte anun...

. Hoje foi o dia

. Where’s the light I used ...

. Maio

. And I'll do it a thousan...

. Abril

.a cor da minha música

.pesquisa-me

 

.arquivos azuis

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.azul também por aqui:

.links

.favoritos

. este mundo que nos ensina...

. passando, sem ficar.

. quando o medo te assalta.

. "menina dos abraços"

. como comer sushi como um ...

. A Dani, segundo a MilVeze...

. ...

. abre parêntesis

. menos não (me) chega.

. há quem diga.

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds