Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

...

Dos presentes de Natal #2

03
Dez14

Se eu não ficar de cama, depois de hoje,

17
Dez10

É certo e garantido que em 2011 não há constipação ou gripe que me atinja. Acabar de tomar banho com água fria, não é para qualquer um. Não. Mas foi para mim. À fraca pressão da água, já estava habituada - prédio antigo, 3º andar - deduzo que seja normal. Sinto a água ficar cada vez mais fria - visto o roupão e vou à cozinha ver se o piloto do esquentador se apagou - continuava aceso. Volto para o banho e resigno-me a ter de levar literalmente com a água fria: a garrafa do gás deve estar a acabar. Saio do banho, pele completamente arrepiada, e penso: isto é bom, é. Enrijece as carnes. Firmeza. Firmeza. Muito bom. 

E se isto não é pensar positivo, não sei o que será.

 

 

One missed sunset

20
Out10

Hoje vi o pôr-do-sol, ou o que dele consegui ver, da janela do quarto. De um quarto qualquer - perdido numa cidade que já foi minha - agora  meu. Saio e vejo a lua quase cheia, mesmo à direita do Bom Jesus. A lua brilhante no céu negro, e a fachada pálida do santuário. Magnífico.

 

Falta-me o meu quarto. O meu. As minhas coisas. Os meus livros. Faltam-me os quase 97 gigas de música que tenho no pc de casa.

Sei (ou sinto) que me falta o pôr-do-sol, a praia, o mar, aquele cheiro a maresia. Disseram-me que terá outro sabor ao fim-de-semana. Vindo de quem veio, considero isso como uma promessa, e logo eu que não gosto de promessas, assumo como certo e garantido de que assim o será.

 

 

Braga

09
Set10

Um novo hotel mesmo perto da universidade: há quanto tempo não venho eu para estes lados?

As árvores do jardim da UM que estão consideravelmente maiores.

A chuva que molha. Apeteceu-me fazer uma piada do tipo: Braga está molhada (mas quem estava era eu e portanto, achei melhor não arriscar).

O BragaParque, ainda com aqueles parques subterrâneos a atirar para o provisório. Não saber onde ia parar o elevador. Sair mesmo ao lado da Fnac, e com aquele cheirinho a pipocas. As lojas, o espaço, as obras.

A sande de delícias do mar que, lamento, mas já não me parece tão boa.

 

 

 

 

[Passar a tarde com uma amiga e a vontade que tinha de vir para casa. Chegar, e ter de sair com outra amiga. Quando queria estar ocupada com outras conversas.]