Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

Da forma como eu trato bem de mim (ou não)

22
Out10

Terça à noite: cheia de frio, arrepios, um ou outro espirro. Cabeça a moer. Se calhar devias beber algo quente. Pois. Meto-me na cama.

Quarta de manhã: Aconselham-me um antipirético, um anti-inflamatório, água do mar no nariz e algo mais escrito com todas as letras - dá para ver que eu tenho bons amigos - infelizmente, e por falta de oportunidade, não fiz nenhuma das anteriores.

Quarta de tarde: carregar os sacos três lances de escadas, com direito a três belos patamares para fazer um sprint porreiro. Pensamento do dia: não deixes de fumar de vez, não. A primeira subida origina um ataque de tosse que quase estremece com o prédio. Ah! E bebe sunny delight que tem vitamina C e a vitamina C faz-te bem.

Quarta à noite: tosse, arrepios, suores frios, espirros q.b. Ok, está na hora do leite quentinho com mel. Noite passada por entre os lençóis a ferver, uma narina completamente entupida, a garganta seca.

Quinta de manhã: nariz entupido, inchado, vermelho. Um aspecto a roçar o lastimável. Espirros e tosse acompanhados de um belo "ai". Duas bombas gentilmente cedidas pela colega do apartamento.

Quinta de tarde: subida da encosta até ao SASUM feita com dificuldade. O sol a bater-me na nuca, chego lá cima e sinto-me tonta, e uma fraqueza estranha no peito. Passo lá a tarde toda. Toda.

Quinta à noite: por incrível que pareça, aquelas duas bombas aguentaram-me até agora - mama mais uma. E, mais uma vez, bebe leite quentinho com mel.

Sexta de manhã: burocracias, finanças, senhas de atendimento, espera. O pequeno-almoço, pasmem-se, foi composto por dois belos goles de sunny delight. Afinal, tem vitamina C, não tem? Aguenta. 12h00: compra uma Pepsi (não havia coca-cola) e uma frigideira (espécie de folhado redondo com carne picada, para quem não sabe o que é). Como meia (tenho a outra metade ali a olhar para mim), e bebo a Pepsi fresquinha. Sento-me em frente ao pc a escrever e penso: ok, está na hora de passar na farmácia e de me reabastecer de mais umas daquelas bombas.

 

 

 

Nota: bombas=comprimidos

Porra pra tudo

13
Jan10

Hoje, estou oficialmente molinha (o que antecede estar toda coisinha - e aí é mesmo quando estou toda fudida). Lá se foi a animação. Quero mimo, quero colo, quero tudo o que não posso ter. Foda-se que a vida é mesmo ingrata.

 

O carro vai hoje para a oficina. Hoje. Só hoje. E o mecânico diz que tem de ver o que é que se passa - isso é óbvio, não? Não ia ser eu a descortinar que carago tem o carro. Mais: o carro tem 10 aninhos, 10... será que já quer reforma? Da minhas mãos, pelo menos... e eu que sempre cuidei bem dele. Mudanças de óleo sempre atempadas, gasóleo, e pé a fundo, que estás aqui é para voar. Qual é o carro que não gosta disto, hein?

 

 

P.S. Obrigada pelos miminhos de todos. Uns saem-me é uns malandros do caraças... mas pronto. Eu bem sabia que aquilo era qualquer coisa a levar para a sacanice - mas confundo sempre com água-pé  ou lava-pé, ou lá o que é!