Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

...

Cartas a ti #3

16
Mar15

 

If I Had a Boat by James Vincent McMorrow on Grooveshark

 

 

Escrevo-te estas linhas porque a vontade de te falar me impele a isso. Uma vontade terrível de te sussurar ao ouvido o refrão que sinto vontade de cantar a plenos pulmões.

 

I would sail to you
Hold you in my arms, ask you to be true
Once I had a dream, it died long before
Now I'm pointed north, hoping for the shore

 

Terrível porque oiço esta música em repeat e me apetece correr (vestir a pele de lobo e correr pela noite) só para te dizer estas mesmas palavras. Terrível porque a vontade é tanta que pensei em enviar-te a música, só porque sim. Terrível porque a vontade é tanta que parece que me rasga por dentro. Terrível porque a pele parece querer queimar, o coração parece querer saltar do peito só porque sim. A minha boca parece salivar e juro, eu juro que sinto o gosto do teu beijo. E lembrar o teu beijo faz-me salivar ainda mais e eu sorvo, sorvo o mel que me brota da boca procurando saciar esta vontade que se assume perante mim, que vem não sei de onde, mas que se insurge, que manda e comanda, e eu impotente, indefesa, rendida a uma vontade que não sei de onde veio, como chegou até mim e me assaltou desta forma... mordo os lábios, numa vontade que parece aumentar.

 

Volto a ouvir a música, o ritmo acalma, penso de novo em sussurar-te o refrão ao ouvido... mordiscar-te a orelha, lamber, beijar-te o pescoço, deslizar a língua até à tua boca e afundar-me nela, afundar-me em ti. E o ritmo da música acelera... a minha boca saliva de tal forma que eu sinto o teu beijo... como se tivesse sido hoje. Como? E eu...

 

 

E eu tenho de parar de ouvir esta música.