Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

Dos olhares

27
Mar15

(...)

– Eu adoro essas coisas. E digo-te uma coisa, durante o amor, não há nada que descreva olhar nos olhos. Eu acho tão louco.
– Porque a dada altura eles mostram... sabes o quê?
– Epah é como uma especie de sintonia.
– Eu acho q nesses momentos, nesses olhares... se pode ver a alma. E imagina o que é isso...
– Eish...
– A olhar para ti de frente, e a mostrar te que é isso.
– É isso... eish
– Que é a ti que quer, que é aquilo, naquele momento, que está ali, que é isto sim.
– Parece que o ambiente á volta pára, nao sei explicar fodase. Essa que me disseste... isso é a melhor coisa. Por isso digo que sem olhar nao há nada.
– Mesmo.

(...)




A Primavera chegou um dia mais cedo :)

20
Mar14

Aí está ela, a Primavera

21
Mar11

E com ela, este sol, este calor, e aquele puto insolente, de arco na mão, a disparar flechas ao acaso e a complicar-nos a vida. Deixo-vos desde já o aviso para protegerem o coração. O meu está revestido a aço blindado e a muralhas de gelo. Por dentro e por fora, não vá o diabo tecê-las...

 

 

 

 

P.S. É que mesmo em casa, quer-me parecer que não estamos a salvo. No sábado à tarde, a fazer a limpeza da casa, de janelas abertas, de vez em quando tinha o reflexo de me baixar e esquivar ao que, pensava eu, poderia ser uma flecha vinda de lá de fora. Riam-se, vá, riam-se. Quando vos acertar... até choram.

 

Pó de pinheiro

22
Mar09

Bem antes da entrada da Primavera, já se via cá em casa e nas redondezas, o seu cartão de visita: o pó de pinheiro. Verde-amarelado, personalidade vincada, não desiste fácil: hoje lavo, amanhã está aí em força. Resultado do jogo: soleiras e parapeitos cobertos desta neve primaveril - vence o pó de pinheiro. Derrotada, bem esperava pela chuva, mas ao que parece, não vai ser pra já. Até os pobres dos gatos vestem a tendência da estação, esse verde-amarelado que me cobre todos os passeios. Se bem que é uma maravilha e um privilégio viver rodeada pela natureza, não há fuga possível a esse fenómeno tão característico que aos nossos olhos não é mais do que um grande inconveniente. Pior ainda, as alergias que a todos nos afectam - a uns mais, a outros menos - olhos a lacrimejar, nariz a pingar - até os gatitos por aí andam a espirrar.