Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

...

Supermassive Black Hole

29
Mai09

Dos Muse. Já a coloquei aqui. E não resisto a colocá-la de novo.

Saber que o posso fazer quantas vezes me apetecer, deixa-me radiante.

 

 

 

 

 

 

 

Ooh, baby don't you know I suffer?
Oh, baby can you hear me moan?
You caught me under false pretenses
How long before you let me go?

Ooh, you set my soul alight
Ooh, you set my soul alight

Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
(Ooh, you set my soul alight)
Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
(Ooh, you set my soul)

I thought I was a fool for no one
But ooh, baby I'm a fool for you
You're the queen of the superficial
And how long before you tell the truth?

Ooh, you set my soul alight
Ooh, you set my soul alight

Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
(Ooh, you set my soul alight)
Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
(Ooh, you set my soul)

Supermassive black hole
Supermassive black hole
Supermassive black hole
Supermassive black hole

Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive

Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
(Ooh, you set my soul alight)
Glaciers melting in the dead of night
And the superstars sucked into the supermassive
(Ooh, you set my soul)

Supermassive black hole
Supermassive black hole
Supermassive black hole
Supermassive black hole

 

Crepúsculo

28
Mai09

«- O crepúsculo outra vez - sussurrou. - Mais um final. Por mais perfeito que o dia seja, tem sempre de acabar.»

 

 

Embalada por esta música que abala inabalavelmente o meu ser (apeteceu-me mesmo dizer assim, e assim fica), terminei a leitura de Twilight, de Stephenie Meyer. Aconselho vivamente - excepto a quem não goste deste tipo de histórias - eu pessoalmente, sempre tive essa fixação por vampiros, mesmo em miúda. Arranjem-me um vampiro destes - vá lá, que eu aceito.

 Mesmo para quem não seja como eu, aqui está uma boa história de amor - pelo menos, a mim, prendeu-me, e conquistou-me, sem dúvida. 

Já havia dito aqui que o filme fora um aperitivo - o livro é bem melhor. Complementa-o. Escrita simples - basta é deixarmo-nos prender ao romance dos personagens. 

E por repetidas vezes ouvi dizer que nunca se deve ver primeiro o filme - neste caso foi o ideal - tivesse-o feito doutra forma, e aí sim, seria uma desilusão. 

Fica aqui uma amostra da banda sonora: po-ten-te.  

 

 

 

 

 

P.S. Se não tenho cuidado, ainda passo a fazer concorrência a essas teenagers malucas. Pro que me havia de dar!