Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

...

Saturday night

16
Mai10

A semana do meu aniversário foi recheada de coisas boas - não sei se efeito da visita do Papa a Portugal - mas o Benfica sagrou-se campeão nacional no domingo passado, na quarta tive um belíssimo dia (e noite) de aniversário, e este sábado, para continuar a festa,  estava o Dj Vibe no Buddha Bar.

 

Os planos: jantar fora - Sushi :) - passear depois de jantar e fazer tempo para entrar no Buddha e curtir ao som de Vibe. Estes eram os planos. Eram.

O que acabou por acontecer: jantar - Sushi e Periquita - telefonema de nuestros amigos "ah queremos felicitar-te e tal, anda cá".

Mudança de planos: no final do jantar, rumou-se a Vigo, o que, tudo bem, vai-se, faz-se tempo e volta-se para o Vibe. Pois...

O que aconteceu depois: no caminho para lá, começo a sentir-me mal-disposta. O estômago embrulhado de tal forma, que comecei a ver o caso mal parado. Ou naquele caso, movimentado demais (o estômago). Cá para mim, foi o vinho. Estava quente demais - é sempre a mesma coisa naquele restaurante - adoro o sushi, mas o vinho maduro, regra geral, é servido muito acima da temperatura recomendada. E cá para mim, foi isso. Cheguei a Vigo muito mal-disposta, estive lá um bocado coisa e tal, e toca a regressar.

No entanto, continuava mal-disposta. Sentia um frio, mas aquele frio que se sente por dentro - o que não é nada bom sinal. A viagem moeu-me toda - pelo menos ainda bem que não conduzia naquela noite - e ao chegar a Viana, ainda por cima tinha de passar em casa: não levei as chaves de casa comigo, e como não saí de carro, nem o comando tinha para entrar em casa. Ora, toca a ligar à mãe, às duas da manhã, para me abrir a porta e eu, pelo menos ir buscar as chaves. Estou quase a chegar a casa e a ponderar: vou entrar um bocadinho, depois vejo como me sinto. Eu estava toda mole e a querer  o quentinho e o fofinho da minha cama - e por mais que quisesse ir ao Buddha ouvir Vibe, isso implicaria um grande esforço da minha parte. Não fui. Vibe, lamento, fica para uma próxima. Ouvi o Rotations na viagem para cá - uma hora inteirinha de Vibe, já foi muito bom. Nem sempre tudo corre como queremos. Ou isso ou é a idade a pesar.

 

Sushi - before and after

11
Out09

 

O sushi estava uma delícia - como sempre. Regado com Periquita, ainda melhor.

O restaurante agradável, moderno, mesmo em frente ao areal. Póvoa de Varzim. Linda.

Café tomado no Ferrari, na esplanada - areia, mar e o horizonte - era onde se perdiam os meus olhos. O mar e o horizonte perdiam-se na escuridão - apenas o branco da espuma polvilhava o negro das ondas.

 

Agradável, muito agradável. Ao jantar, a conversa também foi interessante. Bem, o que interessa é que o M me disse que ia comprar um portátil - para o levar para a cama, o portátil - e fazer-lhe companhia, ao M. Pois, só posso dizer: venha ele, o portátil.

O que me leva a esta noite, ou melhor, a esta madrugada. Pois, a diversão esteve toda no Insomniac - amena cavaqueira - a conversa partiu da insónia, passou pelo sexo, pelo álcool - as famosas caipirinhas - e pelo chocolate.

 

Melhor não poderia ter sido. A não ser no tal barzinho agradável, e de caipirinha na mão.

 

E é o que a blogosfera faz - liga pessoas - de Viana, Braga e uma em Itália.

 

 

 

P.S. E sim, ando a ser mimada.