Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blue 258

Blue 258

...

A tarde, em 5 músicas

09
Fev10

Retidas na retina do pensamento.

 

Ao sair de casa, a escolha da banda sonora, embora não   premeditada, incidiu automaticamente na rádio. Se optasse por um cd, o meu estado de espírito reflectir-se-ia na escolha, e era isso  mesmo que pretendia evitar. Não deixa de ser engraçado como o estado de espírito, parece pré-definir automaticamente a banda sonora que nos apetece ouvir.  O problema é incentivar  o fluir desses mesmos pensamentos que procuramos barrar. A rádio,  torna-se uma roleta russa - o que nos pode correr bem, ou mal. Traz-nos, muitas vezes, uma miscelânea agradável de músicas. Por vezes, não, é certo, mas para alguma coisa servem aqueles botõezinhos encantadores que guardam a pré-definição das rádios.

 

 

Pouco depois de sair de casa, começa a tocar esta música, dos Clã - a banda sonora perfeita para eu continuar a pensar, exactamente no que procurava não pensar. Confuso? Pois...

  • Sexto Andar, Clã

 

 

 A meio caminho do Porto, esta música, que eu adoro, e não me canso de ouvir! Banda sonora perfeita para o calor que se fazia sentir, para aquele magnífico céu azul pejado de nuvens branquíssimas. Que tarde linda! Prendi o olhar no céu, e a ele se prendeu também o meu pensamento. Meio camuflado, mas estava lá.

  • Paper Planes, Mia

 

 

Na Boavista, esta, chamou-me a atenção por ser Pearl Jam. Aumentei o volume,   embora  muito rapidamente o meu pensamento se prendesse no título, e me deixasse a pensar no respirar. Basicamente isso. E o respirar tem história, claro. Coisas minhas.

  • Just Breathe, Pearl Jam

 

 

Ainda na Boavista, esta, da Macy Gray, que eu adoro desde sempre. Sabiam disso? (Que eu gosto de Macy Gray, não apenas desta música em particular...)

  • I'm so glad you're here, Macy Gray

 

 

Algum tempo depois de sair do Porto, cometi o erro crasso de pôr a tocar o cd que tinha no auto-rádio. Faço fast forward até esta música, e é esta que fica, até entrar em casa.  Volto com o pensamento preenchido pelas mesmíssimas coisas que o ocupavam ao sair de casa. Mas ainda pior, porque esta música deixa-me a querer aquele colo doce e aquele abraço quente.

  • In a little while, U2